Publicado em Artigos, Pessoal, Reflexão

Um grande símbolo da incansável luta na busca da verdadeira justiça social.


A Igreja Católica Apostólica Romana está na iminência de canonizar MADRE TERESA DE CALCUTÁ, a qual através de sua atuação missionária, deixou-nos um magnífico exemplo de desprendimento e um indelével rastro de bondade. Doando-se inteiramente a um trabalho permanente de auxílio a seus semelhantes, incentivou-nos à consciência de luta para se fazer justiça social e de se tentar alcançar uma convivência fraterna entre os povos. Assim, diante das atuais e gritantes desigualdades, onde prevalece a lei dos mais fortes e privilegiados, em prejuízo dos menos favorecidos, rendemos nossas homenagens a esta religiosa de origem albanesa, no intuito de despertarmo-nos para o pleno exercício da cidadania, superando as ideologias da exclusão, da separação e da dominação. Transcrevemos abaixo, uma oração de sua autoria, “DAI-ME ALGUÉM PARA AMAR”, verdadeiro recado contra a pauperização das populações e a favor da fé, da humildade, de amor ao próximo, da participação comunitária, do respeito aos seres humanos e da ajuda aos carentes e necessitados, tão propícia ao Dia de Natal:

Senhor,/ quando eu tiver fome,/ dai-me alguém que necessite de comida;/ quando tiver sede,/ dai-me alguém que precise de água;/ quando sentir frio, dai-me alguém/ que necessite de calor.

Quando tiver um aborrecimento,/ dai-me alguém que necessite de consolo;/ quando minha cruz parecer pesada,/ dai-me compartilhar a cruz do outro;/ quando me achar pobre,/ ponde a meu lado alguém necessitado.

Quando não tiver tempo,/ dai-me alguém que precise de alguns dos meus minutos/ quando sofrer humilhação,/ dai-me ocasião para elogiar alguém;/ quando estiver desanimada,/dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.

Quando sentir necessidade da compreensão dos outros,/ dai-me alguém que necessite da minha; /quando sentir necessidade de que cuidem de mim,/ dai-me alguém que eu tenha de atender; / quando pensar em mim mesma,/ voltai minha atenção para outra pessoa.

Tornai-nos dignos, Senhor,/ de servir nossos irmãos que vivem e morrem pobres e com fome do mundo de hoje./ Dai-lhes, através de nossas mãos, / o pão de cada dia, e dai-lhes, graças ao nosso amor compassivo, a paz e a alegria.

Fonte: * João Carlos José Martinelli

Publicado em: Catolicanet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s