Ser semente


“Que dezembro não traga apenas remédio. Que ensine a moderação exata para nos contentarmos com o possível, e o desapego necessário pra seguir em frente. Se vale algum conselho, não adie seus planos. Não deixe sua vida ser inundada por suposições – “se” eu tivesse tentado, “se” eu tivesse ido, “se” eu tivesse a ousadia – porque, no final das contas, é necessário dar um desfecho aos ciclos; só assim é possível recomeçar, e recomeçando, ser novamente semente… ” – Fabíola Simões

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s